Sobre mim

Chamo-me Arménia Rua e nasci em Chaves não há muitos anos. Vivi no Caneiro, na freguesia da Madalena onde passei a minha meninice e adolescência. Sou flaviense de alma e coração e guardo muitas e boas recordações desta mui nobre cidade.

Os meus pais são naturais da Silva e Campo d'Égua, aldeias do concelho de Valpaços, onde possuem algumas propriedades de cultivo. Por isso, desde sempre me lembro de chegar a sexta-feira, de arrumar a trouxa e ir passar o fim-de-semana à aldeia. De tenra idade comecei a ajudar os meus pais em todo o tipo de serviço da lavoura.

Quis o destino que aos 18 anos ingressasse na Universidade do Minho para frequentar o curso de Matemática e Ciências da Computação. Licenciei-me e acabei por ficar aqui, em Braga, terra dos arcebispos. Trabalhei alguns anos como analista programadora até que decidi voltar aos estudos e formar-me em Informática - Ramo Educacional. Atualmente, sou professora do Grupo de Informática no Ensino Básico e Secundário.

A Groselha-espim

A ideia da Groselha-espim nasce em Julho de 2012, embora tenha começado a vender os meus primeiros doces em 2009.

Tudo começou quando uma grande amiga minha, Ivone Alves, sugeriu que fizéssemos doce de abóbora. A minha tia Leontina ofereceu-me uma e de casa dos meus pais trouxe as nozes já partidas. O doce ficou fabuloso. A partir de então comecei a fazer doces e licores com todos os frutos que os meus pais colhiam.

Em 2011 fui mãe e deixei os doces e licores de parte. Regressei em 2012, com mais entusiasmo e com vontade de partilhar com todos as riquezas de Trás-os-Montes.

A Groselha-espim lançou-se oficialmente no dia 3 de setembro de 2012 e a 5 de maio de 2013 torna-se uma marca nacional registada.

Desde Novembro de 2014, a Groselha-espim foi reconhecida como Unidade Produtiva Artesanal com o n.º 122740, e eu, Arménia Moutinho Rua, artesã n.º 112470, pela PPART e pelo IEFP. Na mesma data, aderiu ao selo distintivo Portugal Sou Eu.

Desde Janeiro de 2015, a Groselha-espim tornou-se associada da GS1 Portugal e passou a incluir Códigos de Barras em todos os seus artigos.

Conheça melhor este projecto pelos vídeos e reportagens já apresentados nos Media.